5 estereótipos relacionados às mulheres em cargos de liderança
estereótipos-relacionados-as-mulheres-roberta-medeiros

Você já parou para pensar nos vários estereótipos ligados às mulheres em posições de liderança nas empresas? Considerados “brincadeiras inocentes” ou “piadas bobas” esses clichês, que circulam pelos corredores corporativos de grandes e médias empresas nacionais e internacionais, acabam contribuindo para a diferença de gênero no poder público e privado.

 

Na visão das mulheres de sucesso, para os homens é “permitido” adotar um perfil complexo e enérgico, já para elas sua postura e personalidade são vistas como algo banal e passivo de esteriótipos. “As mulheres são mais julgadas, até mesmo por outras mulheres.” afirma Valerie Young, em seu livro ‘Os Pensamentos Secreto das Mulheres de Sucesso’.

 

Intrigada com o tema, a revista Forbes buscou saber mais e entrevistou executivos (as) de alto escalão, assim como especialistas em carreira. Com isso, publicou uma lista dos piores estereótipos ligados às mulheres líderes. Fiz uma adaptação às características mais relacionadas ao público brasileiro e que chamam mais a nossa atenção. Segundo a pesquisa, nossas mulheres líderes são comumente vistas como:

 

#1. Coração Gelado

 

As mulheres são conhecidas por suas avalanches de emoções. Já  a grande maioria das líderes, não! Elas não deixam transparecer o que sentem, mantém suas emoções afastadas do ambiente de trabalho. Sendo assim, acreditam que apenas as mulheres consideradas frias e calculistas, de coração gelado e desprovidas de sentimentos alcançam altas posições. Ledo engano…

 

#2. Mau amadas

 

Acreditam que mulheres bem sucedidas na carreira não conseguem administrar a vida de mãe, esposa e afazeres domésticos com as grandes responsabilidades profissionais. Por isso, são todas solteiras, sem filhos e “mau amadas”. Contudo, um casamento para ser feliz não precisa necessariamente de filhos. Assim como, uma mulher poderosa pode ser mãe e casada, sim! Não é mesmo mulheres? 😉

 

#3. Megeras

 

Já que mulheres líderes são desprovidas de qualquer emoção, elas são verdadeiras megeras! Consideradas duronas, chatas, bravas, mandonas e muito mais. São vistas como pessoas de temperamento difícil e de relação impossível. É comum as pessoas as julgarem antes de conhecê-las. É importante lembrar que “as coisas nem sempre são como parecem” e que a opinião dos outros não deve ser a sua.

 

#4. Masculinizadas

 

Esse, sem dúvida, é um dos piores estereótipos. As mulheres líderes devem se comportar, agir, falar, negociar e gerenciar como homens! Muitas vezes, as empresas esperam isso delas e pedem para que deixam suas características femininas em casa e assumam uma postura mais firme, rígida e masculina. As mulheres, assim como os homens, possuem qualidades únicas que devem ser exploradas e não apagadas por visões marxistas e sociais ultrapassadas.

 

#5. Cumpridoras de Cotas

 

Ações feministas ganharam tanto peso socialmente nos dias de hoje, que a falta de mulheres em cargos de liderança ou gestão tornou-se motivo de questionamento. Por isso, para alguns o fato das mulheres estarem ocupando esses altos cargos é simplesmente para cumprir cotas! Qualificação, capacidade e merecimento são características desconsideradas pelas pessoas. Por quê, hein?

 

E você, acha que faltou mais algum estereótipo? Então, deixe nos comentários e conta pra gente! Se gostou desse texto curta, compartilhe e marque seus amigos. Obrigada e boa semana 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *