Como trabalhar inteligência e vontade na busca pelo sucesso pessoal
inteligência e vontade - roberta medeiros

Se você pudesse escolher entre INTELIGÊNCIA e VONTADE, o que gostaria de ter?

 

Desde o início dos tempos, o ser humano possui fatores mentais essenciais para o seu desenvolvimento e sobrevivência. Dentre eles, ressaltam-se a INTELIGÊNCIA e a VONTADE. Contudo, a inteligência sempre foi a mais querida da nossa sociedade, considerada o maior de todos os atributos humanos.

 

Quem nunca quis ser o melhor aluno da turma, relacionar-se com pessoas “inteligentes”, ou até mesmo ser dono das melhores ideias em reuniões de trabalho, e assim por diante no decorrer de toda a nossa existência?

 

Já parou para pensar que nada se constrói apenas com a inteligência? Que é preciso ter vontade para agir e colocar ideias e desejos em prática? – Bom, agora não tenho tanta certeza que ainda escolheria a INTELIGÊNCIA…

 

A DIFERENÇA ENTRE INTELIGÊNCIA E VONTADE

 

Segundo Berne (2010), a INTELIGÊNCIA é a capacidade que o homem  tem de compreender, conhecer e aprender. Resolver problemas e conflitos, assim como adaptar-se a situações inusitadas, de forma satisfatória.

 

Já a VONTADE, nada mais é, do que a nossa força interior! Aquilo que nos impulsiona a realizar algo, atingir metas e desejos. Ter ânimo, determinação e firmeza do nosso querer, de escolher entre praticar ou deixar de praticar algo.

 

Ao analisar ambos os significados é possível chegar a conclusão de que não basta ter somente inteligência é preciso ter, também, força de vontade!

 

A VONTADE PREVALECE A INTELIGÊNCIA

 

A inteligência pode nos dizer: “faça um curso de idiomas, será importante para o seu crescimento profissional!” Porém, a inteligência por si só não fará com que eu me matricule em uma escola de idiomas.

 

Posso apostar que todos nós conhecemos histórias de pessoas realmente inteligentes, mas que não conseguiram ter SUCESSO NA VIDA. Isto porque, sem VONTADE não somos capazes de usar nossa inteligência, de agir em busca daquilo que almejamos.

 

A FORÇA DE NOSSAS ESCOLHAS

 

A vontade de fazer algo é livre e soberana até mesmo sobre a inteligência!

 

Quantas pessoas [até mesmo você] já começou a fazer exercícios para melhorar o condicionamento físico e depois de algumas aulas desistiu? Será que foi sua inteligência, que entendia a importância daquilo para o seu corpo e mente, e interrompeu? Não, foi a vontade, pois é preciso muita força e determinação para continuar agindo.

 

“Exercitar a sua força de vontade pode ser a chave para uma grande mudança na sua vida.” – Roberta Medeiros

 

COMO TRABALHAR A INTELIGÊNCIA E VONTADE?

 

Reconhecer nossos aspectos a serem desenvolvidos é sinal de inteligência. Mudá-los é questão de vontade, de escolha, de despertar para um novo olhar.

 

Na maioria das vezes, nossas escolhas sofrem influência direta de nossas crenças, valores e mapas mentais, que construímos ao longo de nossa jornada. Sendo assim, quando alinhamos o nosso propósito de vida as nossas escolhas, isso pode tornar-se uma fonte inigualável de força em busca do estado de realização e felicidade!

 

E então, o que você escolheria: ter inteligência ou força de vontade? Deixe um comentário e vamos conversar a respeito. Ah, se você gostou deste artigo curta, compartilhe ou marque seus amigos que precisam reconhecer a diferença entre INTELIGÊNCIA e VONTADE. Até a próxima. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *