Liderança Situacional: O segredo para prosperar em tempos de crise
liderança situacional - roberta medeiros

 

“A Liderança Situacional é moldada de acordo com as situações apresentadas, conduzindo os colaboradores a reagir positivamente ao contexto.” – Matej Kastelic

 

VOCÊ SABE O QUE É LIDERANÇA SITUACIONAL?

Nesses tempos de crise, muitas empresas estão direcionando suas forças para estratégias e possibilidades novas, que possam vir a manter a companhia consistente, diante desse mercado tão incerto. Contudo, um dos pilares organizacionais determinantes para transpor esse  cenário de desafios, é a figura do LÍDER.

O líder tem a missão de manter a equipe engajada e produtiva, assim como conservar os resultados positivos. Com isso, dentre os estilos de liderança, o que mais se destaca é a LIDERANÇA SITUACIONAL, por sua habilidade em administrar mudanças, crises, conflitos e situações adversas com sabedoria.

 

LIDERANÇA SITUACIONAL, SEGUNDO PAUL HERSEY E KENNETH BLANCHARD

O principal fator da LIDERANÇA SITUACIONAL é a necessidade do líder desenvolver sua sensibilidade e percepção, diagnosticando sua equipe para definir como irá se comportar. O líder deve, acima de tudo, adaptar-se às situações e conduzir seus colaboradores para que reagem de forma positiva, dando o seu melhor em busca dos resultados esperados.

 

Segundo Hersey e Blanchard (1986), “[…] a função do líder era de facilitar a consecução dos objetivos entre os liderados, dando oportunidades para seu crescimento e desenvolvimento pessoal. […] o movimento da administração científica focaliza a tarefa (produção), enquanto o movimento das relações humanas, às pessoas.”

O líder de alta performance faz uso de diversas ferramentas e formas de liderar, uma vez que se adapta ao perfil profissional de seus liderados, analisando aspectos técnicos e de inteligência emocional e os relacionando aos contexto atual. Mas, é o grau de MATURIDADE do profissional e a dose certa de MOTIVAÇÃO, que o fará chegar a performance esperada.

 

MATURIDADE PROFISSIONAL

Uma mesma equipe, assim como cada indivíduo, passa por diferentes graus de maturidade ao longo de sua existência. Com isso, a única forma de determinar o GRAU DE MATURIDADE DE UMA EQUIPE é através da análise das tarefas realizadas, cabendo à liderança a responsabilidade pelo amadurecimento da equipe.

 

QUANDO UMA EQUIPE POSSUI MATURIDADE?

A partir do momento que consegue adaptar-se a diferentes situações, assumir responsabilidades  e agir de forma efetiva. Como consequência, alcançar resultados expressivos, oferecer ideias inovadoras e ELEVAR A PRODUTIVIDADE.

A maturidade mostra-se relacionada às experiências, conhecimentos e postura adotada diante de mudanças e situações conflitantes. Sendo assim, o líder deve adotar diferentes estilos de liderança para melhor agir com cada profissional, conforme seu grau de maturidade.

É função do líder acompanhar e potencializar as características de cada liderado, assim como fortalecer a equipe, para que esta atinja um grau de maturidade positiva e venha a oferecer resultados cada vez mais satisfatórios para a empresa.
Agora, que tal fazer um teste para descobrir seu PERFIL COMPORTAMENTAL PREDOMINANTES? Acesse o aplicativo do IBC e faça o teste!

Gostou? Então curta, compartilhe ou marque seus amigos.

Beijos e boa semana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *