O primeiro passo para o sucesso profissional depende de uma escolha…
roberta-medeiros-sucesso-profissional

Você encara um desafio?

Quero que amanhã, quando estiver no seu trabalho, que você pare e observe por cinco minutos o ambiente. Acredito que irá perceber as inúmeras e plurais perspectivas que envolvem seu universo corporativo. Encontrará PESSOAS SEGURAS de si, aquelas que enfrentam quase todos os desafios. Assim como, os INSATISFEITOS CRÔNICOS, pessoas que tentam disfarçar suas insatisfações e encaram tarefas (novas ou não) como verdadeiros fardos.

 

Não precisa ser especialista em comportamento humano para saber que o primeiro grupo terá mais chances de alcançar o SUCESSO PROFISSIONAL. Contudo, fica aqui o desafio: o que determina o comportamento de uma pessoa em situação de obstáculo? Indo mais  além: é possível mudar a forma com que encaramos nossos problemas? Pois bem, neste artigo pretendo chegar as respostas…

 

O QUE É O SUCESSO?

 

Podemos dizer que o sucesso é uma variável, uma vez que muda conforme o sujeito. O que você considera sucesso profissional, para muitos pode não ser. Muitas pessoas entender POPULARIDADE  como fator de sucesso. Essa perspectiva não está de todo errado, mas incompleta. Isto porque ser bem-sucedido no trabalho envolve 3 (três) estágios:

 

  1. Satisfação no que faz;
  2. Vontade contínua de melhorar; e
  3. Capacidade de encarar os problemas como oportunidades de aprendizados.

 

Estas características são trabalhadas na esfera emocional de cada um. Portanto, para evoluir como profissional é preciso trabalhar a INTELIGÊNCIA EMOCIONAL,aliada as técnicas operacionais exigidas pela função/ profissão. Habilidades emocionais são a base para saber lidar com diferentes situações, pessoas e desafios.

É PRECISO DESAFIAR A SUA ZONA DE CONFORTO

 

Agora que você já entende melhor o que vem a ser SUCESSO, podemos pensar na nossa primeira questão: o que determina o comportamento de uma pessoa em situação de obstáculo? Para responder a essa pergunta, nada melhor que ouvir quem entende do assunto… Vamos tomar como base os estudos da psicóloga e professora de Stanford, Carol Dweck, com seu livro “Mindset”.

 

A pesquisadora aponta que o fator que diferencia o comportamento humano é a forma com que vemos e lidamos com diferentes situações. Essa visão de vida varia conforme as crenças de cada ser, que se constrói desde a infância. Sendo assim, existem pessoas que encaram os problemas como verdadeiras oportunidades, a chance para o aprendizado e a conquista de novos conhecimentos. Contudo, outras pessoas assumem uma visão negativa e desmotivadora, que acarreta em sentimento de fracasso e total falta de preparo.

 

No primeiro caso, temos quem crê no AUTODESENVOLVIMENTO, no estado de crescimento constante. Já no segundo caso, estamos diante de pessoas presas em suas crenças, estas imutáveis e permanentes.  São pessoas sempre em busca de segurança, pois se consideram incapazes de lidar com problemas, novidades e situações difíceis.

 

PROMOÇÃO NÃO É SINÔNIMO DE EVOLUÇÃO!

 

Se você vive em sua ZONA DE CONFORTO e se acomoda a realidade, por mais que seja possível conquistar uma promoção onde trabalha, para evoluir como profissional você precisará mudar! Uma posição não irá modificar a sua forma de pensar (seu mindset). Pelo contrário, ela pode barrar a busca pelo novo, uma vez que demanda tempo, esforço e até certos sacrifícios.

 

Cuidado! Vivemos em um mundo de constantes inovações. Deixar de alimentar seu mindset, de buscar novas experiências e viver desafios, pode torná-lo um PROFISSIONAL OBSOLETO.

 

ESFORÇO GERA MUDANÇAS

 

SIM! É possível mudar a forma com que encaramos nossos problemas. Agora você pode respirar com mais tranquilidade… Basta mudar suas CRENÇAS LIMITANTES. Como explica Carol Dweck “as características humanas não são simplesmente como cartas de baralho que você recebe e com as quais tem de conviver.” Mude, inove-se!

 

Eu sei, mudar crenças poderosas não é uma tarefa fácil. Primeiro, você precisará fazer uma autoanálise, para entender seus processos internos e perceber que é capaz de aprender, se autodesenvolver, de se aperfeiçoar dia a dia. Força, fé e foco! Beijos, até 😉

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *